Opinião: "A Abadia Profanada" de Montserrat Rico Góngora

agosto 30, 2010



mais informação acerca do livro neste link

Opinião:
Este foi um livro que me cativou de início pela capa e pela sinopse. Será que correspondeu?
Bem, a história apresenta-nos o destacamento de Walter Ebert, por parte de Himmler, para investigar e procurar o desejado Santo Graal. O percurso de W. Ebert é interceptado por duas mulheres, Marina Barahoma e Oriol Turmeda, que a início pouco em comum apresentam, mas que com o decorrer da história começa a tomar outras proporções, sendo mesmo uma ligação bastante forte e que prossegue intensivamente a tal ritmo que a dado momento é dado o corte, o que fará deste, um final um pouco marcante.
É um livro para uma leitura calma e com espírito, para o que nele possam encontrar.
Contudo, sim… correspondeu às minhas expectativas, mesmo não sendo bem aquilo que esperava, mas que acabou por ser algo de que gostei, e mostrou-se um bom livro. Já conhecia esta face da obsessão Nazi pelo Santo Graal, mas que vos aconselho a ler.

You Might Also Like

0 comentários

Follow on Facebook